Skip directly to content
This is the archive site of Global Gov Jam 2011-2018. From 2019 on please visit http://globaljams.org.

Projeto Cidades Multi-Centro

Redução das emissões de GEE no transporte através da descentralização das atividades econômicas urbanas

Buscando reduzir o impacto das atividades humanas na vida urbana, o projeto visa a criação de uma política pública de revisão do uso do solo nas centralidades existentes das periferias urbanas.

A descentralização das oportunidades (vagas de emprego, prestação de serviços públicos, equipamentos esportivos e de lazer) aquece a economia local, incentivando inclusive a instalação de micro e pequenas empresas na região. Além disso, permite que os moradores destas regiões realizem suas atividades mais perto de casa e assim tenham demanda por deslocamentos mais curtos e sustentáveis (a pé e bicicleta, etc), mitigando o impacto do transporte rodoviário na cidade, que representa atualmente mais da metade das emissões de gases de efeito estufa.

No protótipo criado para este projeto, a área escolhida como exercício tem 9km², situa-se no extremo oeste do Recife a aproximadamente 8km do centro e compreende 5 bairros: Curado, Totó, Sancho, Coqueiral e Tejipió. Na região, que é amplamente atendida pelo sistema de metrô com 6 estações, das quais 2 são terminais integrados com o sistema de ônibus, foram previstos 5 multi-centros, beneficiando a população local que é de aproximadamente 50 mil habitantes.

Apesar de a área escolhida já contar com alguns equipamentos públicos de médio e grande porte (2 hospitais, penitenciária, jardim botânico, entre outros), não é clara a legibilidade das centralidades locais. Com a definição de áreas estratégicas próximas aos pontos de referência de transporte público, ficam mais claros os multi-centros de cada parte da região.

Os multi-centros foram pensados para funcionar como a centralidade local de populações de até 10 mil habitantes, oferecendo nos subúrbios as oportunidades que hoje concentram-se na área central da cidade e que sobrecarregam os sistemas de mobilidade urbana com excessivos deslocamentos pendulares de longa duração e alto custo social.

Credits: 

Pedro Guedes
Ediel Siqueira
Ivson Cesar
Camila Cavalcanti

Licence: 
Creative Commons Licence